Clínica Yasmim – Pediatria

Assim como a saúde dos adultos, a saúde das crianças também merece atenção aliás, merece atenção redobrada, visto que é na infância que é possível acompanhar o desenvolvimento e detectar os primeiros indícios de problemas na saúde, para que haja a rápida intervenção do pediatra. No texto a seguir respondemos as principais dúvidas relacionadas a esta área da medicina.

Compartilhe este post

Quando começa o acompanhamento pediátrico?

É importante ressaltar que antes mesmo da primeira consulta com o pediatra, o bebê deverá realizar testes, sendo que algum deles são realizados antes mesmo de deixar a maternidade. os testes são os seguintes

Teste do pezinho: deverá acontecer entre o 2° e o 5° dia de vida do bebê, seu principal objetivo é detectar a presença de enfermidades através da coleta do sangue presente no calcanhar do bebê. 

Teste da Orelhinha: por lei, esse teste deverá ser realizado ainda na maternidade. O teste auxiliará na detecção de problemas auditivos.

Teste do olhinho: A recomendação do ministério da saúde é que o teste seja realizado no segundo dia de vida. O exame serve para detectar diversas doenças oculares.

Teste do coraçãozinho: Realizado entre o primeiro e o segundo dia de vida do bebê, o teste do coraçãozinho serve para avaliar a oxigenação e o nível dos batimentos cardíacos do recém-nascido.

Tipagem sanguínea: Como o próprio nome diz, o exame é realizado para descobrir o tipo sanguíneo do bebê. O teste é feito retirando uma amostra de sangue do cordão umbilical logo após o nascimento.

Teste da linguinha: O teste é realizado para identificar possíveis limitações dos movimentos da língua do bebê. 

3 dias após a alta do hospital é o momento em que a primeira consulta deverá acontecer, caso não seja possível no momento, recomenda-se que no sétimo dia de vida a avaliação pediátrica seja realizada. Nessa primeira consulta serão avaliados diversos pontos da saúde do bebê, como: condições de nascimento, exame físico da criança, como está o processo de amamentação, se os testes necessários foram ou não realizados e será realizado o exame físico da criança.

Por quanto tempo o acompanhamento acontece?

Desmentindo todas as crenças de que o pediatra é o “médico das crianças” o acompanhamento deve acontecer até os 18 anos de idade, acompanhando também a fase da adolescência, as consultas vão diminuindo conforme o tempo passa. Até os 30 dias de vida, a criança fará aproximadamente 3 consultas, dos dois aos 6 meses será uma consulta por mês, dos sete meses em diante, uma consulta a cada dois meses, aos dois anos, uma consulta a cada 3 meses, a partir dos 6 anos, uma consulta a cada 6 meses e dos 7 aos 18 anos de idade será necessária apenas uma consulta por ano.

Quais são as doenças mais comuns na infância?

Dentre os problemas de saúde mais comuns nesse período da vida estão a catapora, alergias, otite (infecção de ouvido), viroses, asma, caxumba, sarampo (que pode ser evitada através da vacina), rubéola, infecção de garganta etc.

Quais vacinas as crianças devem tomar?

Durante a vida toda, tomamos mais de 40 doses de vacinas, sendo mais de 20 somente no período da infância. As primeiras vacinas, BCG e de Hepatite B, já são aplicadas na criança recém-nascida. Aos 2 meses o bebê deverá tomar a primeira dose das vacinas pentavalente (difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e outras infecções), Poliomielite, pneumocócica e rotavírus humano. 

Aos 3 meses o bebê deverá ser imunizado contra a meningite, com a primeira dose. Aos 4 meses deverá tomar a segunda dose das vacinas pentavalente, VIP (Poliomielite), pneumocócica e rotavírus humano. Aos 5 meses é o momento de tomar a segunda dose da meningocócica, já aos 6 a criança completará o ciclo vacinal da pentavalente, poliomielite, pneumocócica e rotavírus humano com a terceira dose. A primeira dose contra a febre amarela deverá ser aplicada aos 9 meses. Com 1 ano de idade, a criança deverá tomar a primeira dose da tetra viral e da Hepatite A, também deverá tomar o reforço da pneumocócica. Aos 15 meses o primeiro reforço da poliomielite deverá ser aplicado (o segundo será aos 4 anos de idade), juntamente da terceira dose da meningocócica, e segunda dose da tetra viral. Com um ano e meio, é o momento de tomar o reforço da vacina da Hepatite A.

Aos 4 anos de idade é o momento de tomar a quinta dose da VIP, segunda dose da vacina contra a Hepatite B e quarta dose da meningocócica. Aos 9 anos é recomendado que as meninas tomem a primeira dose da vacina contra o HPV, que é sexualmente transmissível e pode causar câncer no colo do útero. Existem, no Brasil dois tipos de vacinas contra o HPV: A bivalente, que protege contra os tipos 16 e 18 da doença, e a quadrivalente, que previne também contra 6 e 11. A bivalente é dada em três doses, com intervalo que varia de dois a seis meses. A quadrivalente é dada em duas doses com o mesmo intervalo. Aos 11 anos é necessária a quarta dose da meningocócica. No espaço de tempo entre os 11 e os 19 anos são necessárias as seguintes vacinas: Terceira dose contra a hepatite B, vacina DT (difteria e tétano), vacina contra a febre amarela e a tríplice viral.

Durante o período gestacional, são necessárias: Hepatite B, DT e dTPa (Tríplice bacteriana acelular do tipo adulto). E, é claro, não ne esqueça da vacina da covid, todos os brasileiros com 5 anos ou mais já podem ser imunizados. Até o momento, são recomendadas três doses (primeira dose + segunda dose e reforço). Em alguns estados a aplicação de uma segunda dose de reforço para os idosos e imunossuprimidos já foi iniciada. 

Onde encontrar acompanhamento pediátrico em Anápolis? 

A Clínica Yasmim oferece consultas que acompanham o desenvolvimento da criança antes mesmo do nascimento. Dos primeiros dias de vida até a maioridade, os pequenos precisam de acompanhamento profissional durante a fase mais importante da vida. Agende a consulta do seu filho através do telefone (62) 3311-1415

Blog

Clínica Yasmim – Mastologia

Condições como mastite, nódulos, assimetria das mamas e ginecomastias devem ser tratadas por um mastologista. Ele é o especialista responsável pelo estudo, diagnóstico, e tratamento de doenças presentes nas mamas. O câncer de mama está entre as doenças mais comuns tratadas por mastologistas, por isso, o mastologista também tem conhecimento oncológico. No texto a seguir, você encontra algumas informações sobre as principais dúvidas em relação a mastologia.

Blog

Clínica Yasmim – Pediatria

Assim como a saúde dos adultos, a saúde das crianças também merece atenção aliás, merece atenção redobrada, visto que é na infância que é possível acompanhar o desenvolvimento e detectar os primeiros indícios de problemas na saúde, para que haja a rápida intervenção do pediatra. No texto a seguir respondemos as principais dúvidas relacionadas a esta área da medicina.